Tate no Yuusha no Nariagari #EP04 ⌈Análise Semanal⌋

Tate no Yuusha no Nariagari #EP04 ⌈Análise Semanal⌋

Ainda não viu a análise dos episódios anteriores? Então clique aqui para ser direcionado à página de análises de Tate no Yuusha no Nariagari!

Apresentação do episódio

Esse episódio se passa, praticamente, imediatamente após o último episódio, e foi um episódio bem interessante, com algumas revelações bem pertinentes para o futuro do anime, já que até então, minha impressão do anime é que ele não dá informações à toa, até então ele aproveitou ou, acredito, que irá aproveitar todas as informações. Estava claro que este episódio lidaria com os fatos ocorridos após a primeira onda e, com certeza, voltariam a judiar do Naofumi. A questão é sempre “Como vai ser isso?”, para quem leu a Light Novel pode ser mais previsível, mas para quem não leu é relativamente claro de que ponto esse episódio iria partir, porém nunca se sabe em que forma ou caminho ele seguirá.

Primeira metade

O episódio começa no castelo, na festa pela vitória da primeira onda, todos os Heróis estavam presentes e, uma coisa interessante seria se houvesse alguém comentando que as mortes foram mínimas, em boa parte graças ao Naofumi, que não foi reconhecido por este feito. Naofumi e Raphtalia apenas estavam na festa para pegar a recompensa, apesar da Demi-Humana estar se divertindo. Porém a antiga parceira de Naofumi, Myne, agora com o Motoyasu avisa para o Herói da Lança que Raphtalia é escrava de Naofumi, o que faz o Motoyasu desafiar Nao para um duelo. O Herói do Escudo rejeita o duelo porém o rei sequestra Raphtalia e força Naofumi a lutar. Antes da luta Naofumi e Motoyasu comentam sobre uma batalha entre a poderosa lança e o escudo, se não me engano já houveram outros heróis e provavelmente já teve um combate entre  o antigo Herói da Lança e o do Escudo, meu medo é que isso seja apenas uma informação vaga, mas também há a possibilidade de que, em algum episódio, conte a historia dos Heróis em um contexto geral e, assim, comentar rapidamente sobre essa luta antiga.

© Kinema Citrus/ Tate no Yuusha no Nariagari

A batalha começa e Naofumi mandou muito bem, deu muito orgulho. Ele encurrala seu adversário, porém Myne interfere e joga Nao longe, com magia, então Motoyasu aproveita a oportunidade e o derrota. Nao tenta argumentar que houve trapaça, mas ninguém fica ao seu lado. O rei se aproxima e é revelado que Myne é a princesa, quando Nao descobre isso ele faz as ligações e percebe que a família real está empenhada em prejudicá-lo, e ele começa a se perguntar se é apenas por ele ser o herói do escudo. Naofumi se encontra muito frustrado e uma fumaça escura e misteriosa sai de seu escudo.

© Kinema Citrus/ Tate no Yuusha no Nariagari

Segunda metade

Erradamente Motoyasu é declarado vencedor, e Raphtalia deve ser libertada da escravidão, antes que isso aconteça Nao já tem uma visão do que ocorreria (só que com Raphtalia pequena), Naofumi sofre muito com tanto medo e azar e sai uma chama de seu escudo, aparentemente seu sofrimento começa a liberar algo chamado “Série de Maldições” que não faço ideia do que seja exatamente, mas acredito que permita desbloquear escudos em um espectro mais sinistro e talvez até cruel. Mas no mundo real Raphtalia reclama por Motoyasu tentar libertá-la e fala o quão bom Nao foi para ela, após isso os Heróis restantes chegam e falam que realmente houve trapaça e que Naofumi é o vencedor. Com isso Raphtalia vai até seu mestre, porém o medo e a desconfiança tomam conta da sua mente e ele acredita que ela o traiu e tenta afastá-la, mas ela insiste e se mostra lá com ele sempre e consola ele, finalmente ele consegue ver Raphtalia como mais velha. A verdade é revelada e todos vão embora, por fim Raphtalia ainda consegue fazer um sanduíche com restos do banquete do dia anterior e, finalmente, Nao consegue sentir gosto na comida.

© Kinema Citrus/ Tate no Yuusha no Nariagari

Conclusão

Esse episódio foi realmente produtivo para a trama futura, pois foi o começo da “redenção” de Naofumi, que na verdade não passa de revelar a verdade sobre o boato que espalharam dele. Mostrou o sofrimento e as dores de Nao e, principalmente, a liberação da “Serie de Maldições” com certeza vai voltar a aparecer e isso me  anima, estou bem curioso, além da cena de luta entre Nao e Motoyasu que foi muito legal e mostrou Nao lutando a sério e vencendo, tem a carga emocional desse episódio, foi um episódio para completar os próximos, mesmo assim foi muito bem feito e divertido. Um dos meus favoritos até agora.

Nota do episódio: 5/5

Fábio Muniz

Tenho 18 anos, carioca, e sempre vou aparecer por aqui com uma noticia nova ou um texto sobre o mundo da dublagem, quando não estiver pagando mico no podcast.

Posts Relacionados