Blog Músicas

O totem do Bird Bear Hare and Fish

Quase dois anos após o fim do Galileo Galilei, os integrantes do grupo não tão esquecido assim, reuniram-se para formar uma nova banda sob o mesmo selo: O Bird Bear Hare and Fish.

Totem

“Nem só os indígenas algonquinos constroem totens” diria eu – fato comprovado com a nova performance do BBHF – caso eu não tivesse buscado tal informação, pois agora sabemos que os meninos do nostálgico Galileo Galilei retornaram aos palcos com um novo nome, contudo, ainda sob o selo da SME Records.

Todos os direitos reservados a ©SME Records

Mantendo a mesma sutileza e sonoridade, o grupo não trouxe nada de diferente a não ser o nome, isto é, terminaram as atividades de uma banda conhecida para enfim reaparecer com outra – que esperamos não ter o mesmo fim do Galileo Galilei – sem reconhecimento nenhum. O sinal verde surgiu quando a música de nome LAIKA apareceu como o sexto encerramento da animação Boruto: Naruto Next Generations, que por certo, alavancou o nome da gênese Bird Bear Hare and Fish.

DAIKI ao lado de Yuuki Ozaki, Ozaki Kazuki e Hitoshi Sata se reuniram, criaram um novo nome e álbum, porém, acabaram caindo no “mais do mesmo” e no fim só impactou quem conhecia o nostálgico Galileo Galilei.

Infelizmente os vídeos da banda, levando em conta que alguns grupos não disponibilizam suas músicas no Brasil de forma oficial, acabam não ficando disponíveis para nós. Nem mesmo o primeiro álbum, intitulado MOON BOOTS está disponível no Spotify, porém como um pauteiro que faz suas pesquisas, eu encontrei uma forma de trazer uma palhinha para vocês.

Como ouvintes assíduos do J-POP, o que nos resta esperar é algo inovador por parte dos membros do BBHF.

É isso leitores místicos, o REN vai ficando por aqui. Não se esqueçam de sugerir, comentar e compartilhar, além claro de nos seguir nas redes sociais.

Vinicius Raphael

Bibliófilo praticante de camping, trilha e entusiasta de Teatro e Circo. Fã de Akira Toryama, Osamu Tezuka, Masami Kurumuda, Haruki Murakami, Bob Dylan e Hayao Miyazaki. Animes que eu indico: Natsume Yuujinchou, Kino’s Journey – The Beautiful World e às animações do Studio Ghibli.

Posts Relacionados