Primeiras Impressões: Bungou Stray Dogs 3

Bungou Stray Dogs 3rd SeasonGênero: Ação, Mistério e Sobrenatural.
Estúdio:  Bones (Boku no Hero Academia, Ouran, Fullmetal Alchemist: Brotherhood)
Baseado em: Mangá
Diretor: Takuya Igarashi (Ouran, SoulEater, Ashita no Nadja e Ojamajo Doremi)
Data de estreia: 12 de abril

SINOPSE: A guerra contra a Guilda finalmente chegou ao seu fim. E tudo parecia que iria retornar ao normal na agência de detetives armados. O que a agência menos esperava era a chegada de um novo inimigo, Fyodor Dostoevsky e o seu grupo ”Ratos na casa da morte”. A terceira temporada de Bungou Stray Dogs é uma continuação direta das duas temporadas passadas

Análise e opinião pessoal sobre o enredo

Bungou Stray Dogs é um dos meus animes favoritos. Ano passado eu tive a chance de assistir o filme Bungou Stray Dogs: Dead Apple nos cinemas, então eu já estava com uma expectativa muito grande para o início da terceira temporada. Felizmente, eu não me decepcionei nem um pouco, e a ideia de começar a terceira temporada com a adaptação da Light novel Dazai, Chuuya, Fifteen Years Old foi muito boa, já que além de contar mais sobre o passado, antes mesmo da aparição de Atsushi, você ainda desenvolve os dois personagens mais queridos da franquia.

© Bungou Stray Dogs / Bones.

Essa não é a primeira vez que Bungou adapta uma light novel da franquia. No começo da segunda temporada, a light novel Osamu Dazai and the Dark Era também já havia sido adaptada. O primeiro episódio foi bem interessante. A máfia do porto é a minha parte favorita de toda a franquia. É imensa a quantidade de informação não revelada sobre a organização que comanda por trás dos panos a cidade de Yokohama. Aprender mais sobre ela é algo sempre muito valioso.

© Bungou Stray Dogs / Bones.

Todo plot por trás de Arahabaki me parece ser meio fácil de ser resolvido. O meu chute é que Mori trouxe Chuuya para essa operação não apenas pela sua incrível força, mas muito provavelmente por Chuuya ser o próprio Arahabaki. Se todas essas peças realmente se encaixarem, a previsão de Dazai de que Atsushi e Akutagawa serem o novo Double Black faz todo sentido. Já que Atsushi, alguém que não tem total controle sobre a ”A besta sob o luar” pode ter sua força aumentada pelo ”Rashumon” de Akutagawa. É quase a mesma situação de Dazai e Chuuya nos seus tempos de dupla, onde Dazai trazia Chuuya ao normal graças a sua habilidade.

Análise técnica

Em quesito de animação, Bungou pra mim sempre foi mais fraco que alguns animes da Bones. Mas não se enganem, mesmo assim ele tem cenas incríveis. A maioria das pessoas comentavam com medo se a Bones ia conseguir dar conta de dois animes nessa temporada (Carole e TuesdayBungou). Mas na verdade, isso não importa muito já que cada um é feito por uma equipe diferente e em um estúdio diferente. Enquanto que Carole é feito no estúdio A, Bungou é feito pelo estúdio D da Bones.

© Bungou Stray Dogs / Bones.

Em quesito técnico o mais impressionante para mim foram os incríveis Layouts de Takuya Igarashi. São poucos que conseguem dar uma sensação de grandeza e espaço tão incríveis como ele. Eu fico muito feliz em ver ele em Bungou. Já que sou fã dele desde animes como Ouran, Ashita no Nadja e Doremi.

Pontos positivos x Pontos Negativos

Os pontos positivos são vários: A animação, a trilha sonora, os Layouts e a direção. A história também não decepcionou, começar a temporada com uma história sobre os dois melhores personagens da franquia foi um dos maiores acertos. O ponto negativo? Talvez a falta de material do mangá de Bungou, e que muito provavelmente vai deixar o arco da terceira temporada em aberto.

Vale a pena fazer a regra três? (Assistir os três primeiros episódios)

Sim, vale a pena!

Nota do episódio: 4/5

Pedro Guarani

Tenho 21 anos de idade, sou apaixonado pela parte técnica da animação japonesa. Escrevo sobre animação, enquanto tento engolir o fato de que meu melhor amigo me trocou pela namorada.

Posts Relacionados