Saint Seiya: Saintia Sho #EP05 ⌈Análise Semanal⌋

Saint Seiya: Saintia Sho #EP05 Análise Semanal

Ainda não viu a análise dos episódios anteriores? Então clique aqui para ser direcionado à página de análises de Santia Sho

Apresentação do episódio

Poderíamos dizer que este episódio de SAINTIA SHO foi um deleite de nostalgias para os fãs de SAINT SEIYA. Explicarei mais a frente na análise do episódio. Chega de papo e vamos ao que interessa.

Primeira metade

Ao que tudo indica nesse começo de episódio, Shoko se torna uma inútil após a batalha com a Deusa Éris. Um dos pontos importantes que sempre fiquei na dúvida é: Porque a Saori Kido sempre deseja que os Cavaleiros tenham uma vida pacífica se eles mesmos escolhem lutar por ela?

©Toei Animation/ Saint Seiya: Saintia Sho

Novas Saintias; Xiaoling do Street Fighter, opa! Xiaoling de Ursa Menor e Katya de Aurora Boreal – a vira casaca.

©Toei Animation/ Saint Seiya: Saintia Sho

©Toei Animation/ Saint Seiya: Saintia Sho

Saga – o Mestre do Santuário – surge dando ordens aos Cavaleiros de Prata e, nem em SAINTIA SHO, seu papel de enviar carrascos até a pobre Saori não muda. Eis que surge outra dúvida; Afrodite de Peixes já sabia que o Mestre do Santuário era o Saga? Porque pelo o que se sabia até então, a maioria dos Cavaleiros de Ouro não tinha ciência desse fato.

©Toei Animation/ Saint Seiya: Saintia Sho

Confesso que essa primeira parte do animê ficou mais quente quando Saga apareceu, mas ele chegou à temperatura ideal quando o personagem que muitos esperavam apareceu, sim, o próprio, Seiya de Pégaso. Não só fez aparição importante como tivemos uma palhinha de suas lutas na tão aguardada Guerra Galáctica. Geki e Shiryu vão lembrar-se desta até o fim dos seus dias. Foi muito lindo ver Seiya e Shoko se conhecendo.

©Toei Animation/ Saint Seiya: Saintia Sho

O golpe conhecido por todos os fãs e não fãs do animê foi executado pelo Cavaleiro de Pégaso ao som de uma das mais famosas trilhas sonoras da franquia. Foi de tirar lágrimas. Ufa! Finalmente senti alguma emoção ao ver um episódio de SAINTIA SHO.

©Toei Animation/ Saint Seiya: Saintia Sho

Segunda metade

Aqui tivemos o momento de lutas no episódio, pois Katya e os Cavaleiros de Prata já haviam aparecido na primeira parte recebendo ordens de Saga para silenciar Saori Kido. O interessante é que Katya usa técnicas de gelo. Poderia ela ter treinado no mesmo local que Hyoga e Isaac? Por falar nisso, eu queria ver o Jacó.

©Toei Animation/ Saint Seiya: Saintia Sho

Momentos de impacto na segunda parte foram o Meteoro de Equuleus executado por Shoko e a técnica de Mayura que varreu dois Cavaleiros de Prata e uma Saintia. Puta sarrafo.

©Toei Animation/ Saint Seiya: Saintia Sho

Encerramos o episódio com a aparição dos olhos de Saga que demonstram a possessão por parte do Deus Ares. Nunca esqueceremos os banhos, o grito histérico e as gargalhadas de Saga.

Afrodite aparece contrariando as ordens do Mestre e leva Saori. As dúvidas: Para onde? Santuário. Com que propósito? Matar a reencarnação da Deusa. E como ele sabe que Saori é a reencarnação de Athena? Pois poucos Cavaleiros de Ouro sabiam.

©Toei Animation/ Saint Seiya: Saintia Sho

Conclusão

Bem, o que dizer desse episódio se não nostálgico? Tivemos muitas aparições importantes, pontos da história que tem e não têm ao mesmo tempo ligações com a franquia SAINT SEIYA, Saga na banheira – a famosa banheira – e alguns pontos que nos fazem lembrar da obra como um todo.

Sobe-se a nota. Lembrando que ela não subiu pelo fator saudosismo, mas sim pela forma como encadeou os acontecimentos.

Nota do episódio: 3/5

 

Vinicius Raphael

Bibliófilo praticante de camping, trilha e entusiasta de Teatro e Circo. Fã de Akira Toryama, Osamu Tezuka, Masami Kurumuda, Haruki Murakami, Bob Dylan e Hayao Miyazaki. Animes que eu indico: Natsume Yuujinchou, Kino’s Journey – The Beautiful World e às animações do Studio Ghibli.

Posts Relacionados