Análises Semanais Animes Blog

Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl #EP01 ⌈Análise Semanal⌋

Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl Senpai no Yume wo Minai #EP01 ⌈Análise Semanal⌋

Apresentação do episódio

Antes do lançamento do anime, estava pensando se teria algum romance diferenciado nessa temporada de outono, até que me deparei com o Bunny Girl. Fui logo conquistado pela sua premissa totalmente inovadora, no qual tentariam abordar um elemento bastante levado para o sobrenatural leve e que assemelha muito ao Ishuukan Fiends (One Week Friends). Eu sempre falo que prefiro aqueles romances onde o tal gênero seja desenvolvido como “plot B” da história ou que pelo menos tenha uma coerência em seu desenvolvimento, respeitando todas as etapas convencionais. E ao que pareceu mostrado pelo primeiro episódio, Bunny Girl tem de a levar pra essa segunda opção.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl

Primeira Metade

A história começa jogando várias perguntas pra gente. O lance do diário do Sakuta, a Sakurajima Mai com seu fator sobrenatural de não ser enxergada por algumas pessoas e até mesmo alguns pontos críticos de disciplina relacionado a sociedade em que vivemos.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl

O episódio nos mostra vários pontos em que mesclam o humor com a pitada de drama junto do mistério, que mesmo juntando todos esses ingredientes, conseguem ter um bom resultado pelo ótimo “timing” dado para cada situação apresentada. Um bom exemplo é a parte em que o Sakuta está no restaurante anotando o pedido da entrevistadora de uma forma debochada dela. Também temos a cena do quarto onde a Mai tenta tocar na cicatriz do protagonista, e o mesmo para irritar ela, passa a fazer sons estranhos onde se pareciam mais como gemidos.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl

Segunda Metade

Levando ao ponto da metade pro final do episódio, ele passou ser mais centrado em nos responder as dúvidas primordiais dessa história. Sabemos agora que o lance da Mai ficar invisível a alguns locais e pessoas se chama de Síndrome da Puberdade, uma lenda urbana inventada pela própria obra. Não só a Sakurajima Mai, mas o Sakuta e sua irmã menor Kanade, parecem sofrer da mesma síndrome, só que de uma maneira diferente. O motivo dela se vestir de uma bunny girl (coelhinha) é para se destacar entre a multidão e testar as incógnitas dessa tal síndrome. Vendo que não somente deixavam de enxergar a Mai, mas também passavam a esquecer sobre a própria existência dela.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl

Chegando na cena final do episódio, várias portas foram abertas e mais dúvidas acabaram sendo jogadas em nossa tela. Sakuta parece estar falando para si mesmo de uma forma distante, a seguinte frase “Dia 6 de maio. Este foi o começo. Foi quando te conheci. Não tem como esquecer. Deve se lembrar, mesmo que esqueça… Faça o que deve ser feito, meu eu do futuro”. O que dá a entender com essa frase é que ele já vivenciou este momento e que estaria nos contando os relatos como um narrador desta história ou viajando um pouco na maionese, o Sakuta veio do futuro para tentar concertar algo deixado pelo presente.  (eu não falei nada, não tentem levar essa teoria de viagem temporal a sério).

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl

Conclusão

A principio, essa síndrome da puberdade me parece mais algo que como o próprio nome já diz, puberdade. Os personagens tem de superar algum ponto da sua juventude para zerar este obstáculo imposto por um fator sobrenatural. O anime aparenta trazer o gênero romance aos pouquinhos, de uma maneira leve e sutil, onde todo o ponto de tensão é quebrado com um leve humor na qual não desvia o foco da cena. No geral, foi um bom episódio introdutório, apresentou tudo dentro dos seus conformes e mesmo respondendo as dúvidas primárias, continuou com um mistério ao nos instigar a ver o próximo episódio por conta da frase final de nosso protagonista.

Nota do episódio: 4/5

Henry(Vulpixs) Yamaguchi

Fundador e CEO do Animystic. Moro no Japão desde pequeno até então, sou trabalhador diurno e editor de podcast nos períodos da noite. Amante de animes com boa história, leitura e tudo que envolva Mitologia Grega.

Posts Relacionados