Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl Senpai no Yume wo Minai #EP04 ⌈Análise Semanal⌋

Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl Senpai no Yume wo Minai #EP04 ⌈Análise Semanal⌋
O Demônio de Laplace [1]

Ainda não viu a análise dos episódios anteriores? Então clique aqui para ser direcionado a página de análises de Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl Senpai no Yume wo Minai

Apresentação do episódio

Assim como havia dito na semana passada, o que me preocupava nessa série é a pergunta “introduzindo o novo arco a partir do episódio 4, a história mudará de foco e esquecerá tudo o que aconteceu entre o Sakuta e a Mai?”.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl no Yume wo Minai

Pois então, eles mudaram o foco preservando dois pontos que se tornaram os núcleos deste anime, A Sakurajima Mai e a síndrome da puberdade. Com este episódio, adentramos em um novo arco que se focará na Tomoe Koga (aquela que ele chutou a bunda dela e vice e versa) e num novo experimento chamado de “O Demônio de Laplace” proposto pelo físico Laplace.

 

Primeira metade

O começo do episódio se passa com cenas bem leve de comédia e romance entre o Sakuta e a nossa queridinha Bunny Girl, onde se mostram bem íntimos e até envergonhados por estarem numa relação tão próxima que nunca chegaram a vivenciar.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl no Yume wo Minai

Faltando um dia para o prometido 1 mês da declaração pública de Sakuta relacionado ao seu amor à Sakurajima, por algum motivo o dia 27 de junho começa a se repetir (assim como o “infinito 8” de Suzumiya Haruhi) e mais tarde descobrimos que é por conta de um evento sobrenatural chamado de ” O Demônio de Laplace”.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl no Yume wo Minai

Para não nos estendermos muito quanto a explicação do experimento de Laplace, deixarei um vídeo aqui para os que tiverem interesse em saber mais a fundo (já que o próprio anime explica muito bem o experimento, de uma forma bem simplificada).

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl no Yume wo Minai

 

 

Até que era para chegar 28 de junho, o dia 27 começa a se repetir e Sakuta vivencia o efeito de Laplace por 3 dias seguidos. Após se encontrar com Koga, sua kouhai (caloura) na escola, o mesmo descobre que ela era a possível causa deste evento repetitivo, na qual ela estava tentando fugir de uma confissão amorosa.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl no Yume wo Minai

Segunda metade

Em um desentendimento por aquela cena clássica para separar casais em animes, sim, estou falando do tombo de um homem e uma mulher em que fazem parecer que eles estão “se pegando”. Sakurajima Mai acaba se irritando com o Sakuta e Koga, tanto que decide não olhar mais para cara dele. Para o Sakuta estava tudo bem, contanto que ele dormisse e acordasse novamente no mesmo dia para não cometer o mesmo erro.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl no Yume wo Minai

O que Sakuta não esperava é o fato do evento Demônio de Laplace ter se encerrado com aquele incidente entre ele e a Koga. Agora, o protogonista tentaria ajudar a sua kouhai sendo cúmplice da mentira dela, onde enganaria a escola toda fingindo que os dois viraram namorados.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl no Yume wo Minai

O motivo para esse pedido vem mais pelo caso da amizade que Koga tem com as outras 3 amigas que foram no restaurante. Se descobrirem que o senpai delas foi rejeitado pela sua amiga, isso pode desmantelar o grupo e fazer com que ela fique sozinha. Algo que o próprio Sakuta sabe como é, já que sua irmã Kaede sofreu do mesmo acontecimento.

Para a surpresa de Sakuta, Sakurajima Mai aparece na porta de sua casa no meio da noite perguntando o por que de não ter ido se explicar para ela sobre o tal do desentendimento flagrado. Com isso, as coisas só tendem a piorar visto que ele pretendia contar antes que a mesma fosse de encontro com ele.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl no Yume wo Minai

Conclusão

Foi um bom episódio para introduzir o novo arco. No episódio 2 já tinham deixado uma ponta da corda referente à Koga e por fim só pegaram essa parte com a outra e deram um nó para que ligassem os pontos. A comédia continua sendo um ponto forte para quebrar o gelo, o foco continua firme e forte apresentando as síndromes da puberdade que acontecem em volta do nosso protagonista Sakuta e de nossa querida Bunny girl.

©CloverWorks / Seishun Buta Yarou wa Bunny Girl no Yume wo Minai

O que me faz refletir são as circunstâncias apresentadas por esse 4º episódio no qual a série tenta apresentar uma discórdia entre os dois personagens principais para que eles voltem firme como um casal nos episódios seguintes. Ver uma obra dessas trabalhando rotas diferenciadas dentro de um mesmo enredo faria o anime cair muito nas minhas expectativas.

Nota do episódio: 4/5

Henry(Vulpixs) Yamaguchi

Fundador e CEO do Animystic. Moro no Japão desde pequeno até então, sou trabalhador diurno e editor de podcast nos períodos da noite. Amante de animes com boa história, leitura e tudo que envolva Mitologia Grega.

Posts Relacionados