Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi – Review/Indicação

Oi eu sou o Bruno, e essa é uma Indicação/Review de: Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

Recentemente eu consegui adquirir alguns mangás para a coleção e pretendo trazer aqui uma indicação ou review sobre as obras que tenho lido. Pra começar, fica a recomendação mais que merecida dessa obra de Daisuke Igarashi.

O mangá lançado no Brasil pela editora Panini conta com 192 páginas e é o primeiro volume de uma série de one-shots sob a temática de “bruxas”. A obra recebeu um prêmio de excelência em 2004 no Japan Media Arts Festival. O segundo volume compilatório também foi publicado pela editora, mas focarei nesse primeiro.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

O autor tem estado em evidencia recentemente já que sua obra Children of The Sea ganhou uma adaptação em longa animado esse ano. (Confira as notícias sobre). Seu trabalho que sempre traz aspectos surrealistas e que de alguma forma abordam lendas e cultura popular, são comumente comparados ao trabalho de Hayao Miyazaki, conhecido por explorar essa vertente do fantástico.

Sinopse:

“SPINDLE” conta a história de Nicola, que voltou à capital após obter uma poderosa força, sem esquecer a rejeição que havia sofrido de um rapaz na juventude. Também fala sobre Shiral, menina de uma tribo nômade que viaja à capital com uma missão. Em “KUARUPU”, a xamã Cumari perde seu amor em meio ao conflito contra a derrubada da mata e o desenvolvimento da região de sua tribo. Quando profundos sentimentos afloram, a magia desperta. “Majo”, “Witches”, “Bruxas”. Estas são as histórias misteriosas e fantásticas que ganharam vida e poesia por Daisuke Igarashi.

Sobre a obra

Apesar da sinopse já entregar bastante sobre o que cada história fala, é muito válido ver como o autor usa da narrativa, nem sempre linear, para criar mistério e explorar o misticismo. Neste volume um, nos deparamos com essas três histórias curtas que abordam de maneira cativante diferentes “tipos de bruxas”. Existe uma abordagem muito interessante da cultura e da historia de diferentes regiões do mundo, uma retratação que lembra em muito os contos fantásticos do Brasil, onde o realismo mágico se faz presente.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

De maneira que busca diretamente a imersão, nos deparamos com grandes cenários que nos transportam para aqueles locais ali retratados e logo a vida do local se mostra. É interessante ver como o autor apresenta muito bem os elementos místicos, mostrando que sim, eles fazem parte da história de todos os povos, mesmo que nem todos, dentro das comunidades, falem sobre ou aceitem suas origens. Seja na parte rural de um oriente médio, ou no centro comercial de uma cidade nessa região, existe história, lendas, espíritos e magias, mesmo quando a maioria já deixou de falar sobre isso.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

Existe uma contextualização social muito bem feita, em cada conto, além de um retrato tristemente fiel da nossa realidade, no tocante a crueldade e egoísmo do homem. As bruxas retratadas em Witches, não são simplesmente boas ou más, elas são criações diretamente ligadas as suas realidades, e uma encarnação do próprio folclore e história nativa dos povos.

A arte do mangá, como já dito antes, faz com que em poucos quadros o leitor já se sinta dentro do ambiente. É possível absorver o mundo que é apresentado, e acima disso é possível acreditar na magia que surge em cada história. Como em uma boa história que usa desse realismo mágico, não sobra tempo de duvidar sobre o que está acontecendo, mas apenas seguir com a narrativa para descobrir o destino que nos aguarda.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

A sinopse aborda como diversos quadros são mesmo poéticos, e mais do que isso eles são muito informativos e prestam uma homenagem, de certa forma, as crenças que o autor passou a abordar em cada história, e não é uma visão definitiva claro, mas sim existe claramente uma tentativa de abrir um diálogo sobre os temas e as pessoas.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

Opinião pessoal e Considerações Finais.

É possível identificar as referencias usadas para criar cada história, o que me fez refletir sobre o excelente trabalho de pesquisa que o autor fez para representar de maneira digna a cultura de diversos povos. A história que se passa na Amazônia, foi especialmente chamativa, uma vez que já estamos familiarizados com essas lendas apresentadas, e a própria cultura indígena. Mas além disso, a representação de como a vida é vendida e usada pelos mais ambiciosos e poderosos, é um triste lembrete da nossa realidade hoje, principalmente considerando o estado em que se encontra nosso meio ambiente, e nossa floresta.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

O autor traz ilustrações que remetem diretamente as narrativas de terror, não se poupando de ser gráfico muitas vezes.  É interessante como mesmo cheios de fantasia os contos não deixam de trazer o peso da história que elas contam, nem da relação com a atualidade que vivemos.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

As bruxas aqui são mulheres cheias de poder, mas não apenas do poder da magia de suas culturas, mas sim do poder de conhecer seus mundos perfeitamente, e assim estarem dispostas a intervir a sua maneira. Existe toda uma mística ao redor da figura da mulher e sua associação com a figura da “bruxa” como algo ligado ao mal e ao que deve ser extinguido, e sinto que o autor tocou levemente nesse aspecto, mas ainda deve haver mais a ser abordado e pensado, e quem sabe numa posso trazer mais num próximo texto.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

De maneira geral, a leitura do mangá é altamente recomendada, e sem dúvidas trará um bom entretenimento. É super necessário conversarmos sobre certos elementos da obra, como a questão das tradições dos nossos povos, que acabam sendo esquecidas ou sobrepujadas por outras culturas que nos são impostas. É válido falar ainda sobre como a mulher é vista, como o místico tem sua importância apagada e como pessoas são capazes de trair seus iguais.

Witches — Volume 1 de Daisuke Igarashi ©‎

 

Posts Relacionados