ASIAN KUNG-FU GENERATION – A Banda que dominou a TV Brasileira!

Olá, aqui vos escreve é a Bruna Tavares, mais conhecida como Brubs Nana. O texto de hoje se refere a uma das bandas de J-rock mais aclamadas mundialmente: Asian Kung-Fu Generation. 

É de se esperar que em algum momento dessa “vida otaku”, alguns já tiveram a oportunidade de ouvir esse nome, e vou explicar o porquê de nos remeter a recordações nostálgicas, além é claro, de expor minha opinião sobre a banda. Inclusive o título do texto faz alusão a dois episódios icônicos que ocorreram em rede nacional. Se você não conhece AKFG, esse texto é pra você. 

FORMAÇÃO DA BANDA

Asian Kung-Fu Generation (AKFG) foi formada em um clube de música da universidade em que frequentavam no ano de 1996. A banda é composta pelo baterista Kiyoshi Ijichi, guitarrista e vocal principal Masafumi Gotō, baixista e vocal de apoio Takahiro Yamada e por fim, temos o guitarrista e também vocal de apoio Kensuke Kita.

© Asian Kung-Fu Generation

Da esquerda pra direita, os membros estão na ordem do texto*

Também conhecida como Ajikan, no início da formação da banda, suas letras eram em inglês e realizavam shows pela região de Yokohama. Foi só a partir do ano 2000 que a banda começou a atingir patamares mais altos devido a parcerias. Nesse mesmo ano começaram a escrever músicas em japonês e lançaram dois álbuns independentes, tendo inaugurado ainda diversos shows em novas localidades, atraindo assim mais espectadores. 

TRAJETÓRIA E ESTILO MUSICAL

Entretanto apenas em 2002 de fato atingiram o sucesso merecido, através do EP (Extended Play) chamado Houkai Amplifier, fazendo com que assinassem contrato com a Sony, levando ainda ao relançamento em 2003, do mesmo mini-álbum pela gravadora Ki/oon Records (sub-selo da Sony) em decorrência da grande repercussão. A propósito, é nesse EP que a música Haruka Kanata (遥か彼方) foi lançada, trazendo a solidificação da banda no mercado e o início do reconhecimento mundial. 

Na medida em que foram se estabelecendo, AKFG fundou o NANO-MUGEN FES, que teve sua primeira edição realizada em 1 de julho de 2004. Tal festival é integrado por bandas provenientes do Japão, EUA e Reino Unido. A partir desse ponto, o sucesso crescente fez com que a banda participasse de diversos festivais de verão, turnês pelo mundo e conseguissem finalmente realizar o primeiro show principal em 2004 no Nippon Budokan. Ademais, ganharam 5 premiações das 12 das quais foram indicados. 

AKFG mistura ritmos de rock ocidental com o rock-indie japonês. Muito elogiado pela crítica, segue ativo no cenário musical com posições altas no rank da Oricon. Quem já tem certa familiaridade com a banda, percebe que as capas de seus CDs sempre foram bem coloridas e chamativas. Quem está por trás do processo criativo e da assinatura das capas é o artista Yusuke Nakamura, que também é ilustrador da obra The Tatami Galaxy, sendo o Ajikan responsável pela música de abertura, chamada “Maigoinu to Ame no Beat”.

Algumas das principais capas de CDs feitas por Yusuke Nakamura* – © Asian Kung-Fu Generation

ÁLBUNS

AKFG tem ao todo 14 álbuns, sendo eles: Kimi Tsunagi Five M, Sol-fa, Fanclub, World World World, Surf Bungaku Kamakura, Magic Disk, Best Hit AKG, Landmark, Wonder Future, Sol-Fa (2016 – versão regravada), Best Hit AKG 2, Best Hit AKG Official Bootleg “HONE”, Best Hit AKG Official Bootleg “IMO” e Hometown lançado em 2018. Dos álbuns de estúdio citados acima, 4 deles se tratam de compilações dos melhores hits e 1 se refere a regravação do álbum Sol-Fa (2004), que considero como sendo o melhor álbum da banda. 

Música integrante do álbum Sol-Fa (2004):

Música integrante do álbum Wonder Future (2015):

Asian Kung-Fu Generation possui ainda 3 EPs (mini álbuns) principais, que são: Hōkai Amplifier, Mada Minu Ashita ni e Can’t Sleep e mais outros 3 que fazem parte do início da banda, quando ainda seguiam carreira independente, computando assim um total de 6 EPs, além disso, possuem diversos singles. Todos os álbuns, EPs e singles estão disponíveis no Spotify, com exceção dos 3 mini álbuns do início da trajetória já relatados acima. 

Música integrante do EP Hōkai Amplifier (2003):

Single (2017):

ANIMES E FILMES: CARREIRA 

A banda esteve presente em boa parte da infância de alguns e nos acompanhou até a entrada da vida adulta. Digo isso, pois a mesma foi responsável por algumas músicas de animes que nos marcaram. Como a abertura da segunda temporada de Naruto: Haruka Kanata (遥か彼方), que ao meu ver é a música mais conhecida da banda. Tivemos ainda Rewrite (リライト) que pertence a quarta abertura de Fullmetal Alchemist e After Dark (アフターダーク) que é a sétima abertura de Bleach. Essas três competem aos anos de 2003, 2004 e 2007 respectivamente.

Em 2012 a música Sore Dewa, Mata Ashita (それでは、また明日) é usada como música tema do filme Road to Ninja: Naruto the Movie. Mais uma vez retorna em 2016, interpretando a décima nona abertura de Naruto Shippuden, chamada Blood Circulator (ブラッドサーキュレーター) e a abertura do anime Boku Dake Ga Inai Machi, chamada Re:Re. Recentemente em 2019, interpretou a segunda abertura de Dororo, de mesmo nome.

Sore Dewa, Mata Ashita – álbum Landmark (2012):

After Dark – álbum World World World (2008):

ASIAN KUNG-FU GENERATION E INIO ASANO

Suas composições são sensacionais, não me arrependo de ter escutado outros álbuns menos visados e conhecidos pelo público, mas que também possuem um alto nível de qualidade. Não é exagero dizer que Asian Kung-Fu Generation faz parte do seleto grupo de bandas japonesas que me fizeram chorar. Dona de um som autêntico, segue a linha da inovação, visto que os álbuns em si sempre buscam trazer ao público um sentimento de leveza aliada a letras que refletem muito sobre a vida.

Não podia deixar de comentar, que minha música preferida é Solanin (ソラニン). Ela fez parte do live-action de mesmo nome, que é uma adaptação da obra de Inio Asano. Aliás, trata-se de uma colaboração, posto que a melodia composta por Masafumi Gotō (AKFG) deu forma a letra escrita pelo próprio Asano. Recomendo muitíssimo que escutem essa música e observem a tradução, pois o arranjo foi fundamental para trazer a tona sentimentos de trechos que refletem a realidade da vida cotidiana. 

Solanin – álbum Magic Disc (2010):

SHOWS NO BRASIL 

Inclusive a banda já esteve em solo brasileiro. O primeiro show foi realizado no Teatro Carioca em São Paulo no dia 15 de novembro de 2015.

Certamente, como todo bom fã, lamentei muito por não ter conseguido ir, contudo para a grande alegria dos fãs, a mesma retornou ao Brasil em 2017 para um dos maiores eventos da América Latina: Anime Friends com direito a dois shows, que ocorreram dia 8 e 9 de julho no Transamérica também em São Paulo

Foto que tirei no segundo dia de show* – imagem por Bruna Tavares

Confesso que a surpresa foi grande, uma vez que não esperava a vinda deles, por isso acabei comprando a hotzone e curtindo os dois shows bem de pertinho. Felizmente, estavam vendendo alguns goods e tive a oportunidade de adquirir a camiseta da turnê. Foi inesquecível, esses shows ficaram marcados como um dos mais incríveis da minha vida.

TV BRASILEIRA 

Não podemos esquecer os momentos os quais Asian Kung-Fu Generation esteve de forma sublime em rede nacional. No dia 22 de outubro de 2019, Ana Maria Braga acompanhada de louro José, iniciou o programa Mais Você ao som de Haruka Hanata. Tal façanha foi obra de seu sonoplasta, que com certeza sabe o que é música boa. Nesse maravilhoso dia, o público brasileiro foi a loucura no Twitter.

Tivemos ainda, um episódio recente e cômico em que a banda também foi lembrada, por meio de um cover realizado no dia 08 de abril de 2020 pelo “Samurai” no programa Alerta Nacional da Rede TV

 

Pra você que não conhecia Asian Kung-Fu Generation, espero ter te convencido a dar uma chance. E pra você que já conhecia, almejo ter trazido boas recordações.

Não deixem de acompanhar a banda em suas redes sociais, Youtube e Spotify, pois são através desses meios que eles postam as novidades e lançamentos pra você ficar por dentro de tudo que acontece. Por fim, fica a torcida para que a banda possa retornar ao Brasil

Convido vocês leitores a escutar o podcast realizado pela equipe do Animystic sobre AKFG: AQUI 

Pra quem deseja saber ainda mais sobre a banda, segue o link do site oficial: AQUI 

Até o próximo texto !

Bruna Tavares Arrais

Possuo um grande amor pela cultura japonesa. Aliás a grande maioria das músicas que escuto são J-Rock, mas curto Kpop também, além disso sou colecionadora de mangás, amo ir em eventos de anime e de quebra as vezes faço cosplay. 22 anos, Pós-graduanda em Direito Tributário Internacional e estudante de japonês a 4 anos. Me sigam nas redes sociais 😁

Posts Relacionados