É Necessário ter Protagonista Overpower em Animes com Escola de Magia?

©Diomedea/ refeia (Art) & Akamitsu Awamura (Story)

Olá a todos, aqui é o David e irei compartilhar a minha opinião sobre a necessidade de um protagonista overpower em animes com escola de magia. Nos últimos anos, as obras que abordam a trajetória do protagonista em uma academia mágica tendem a decepcionar.

O jeito errado de usar protagonista overpower

Primeiramente, não acho errado ter um protagonista ridiculamente forte em animes de magia, mas deveriam trabalhar o enredo para desenvolver o personagem principal. Além disso, a explicação da força é fundamental para a história, porque se não deixará subtendido que o herói/heroína sempre tiveram poder oculto dentro de si e liberaram para a conveniência do roteiro.

Muitos animes de magia falham em conduzir a história e por consequência o personagem central do enredo vira um mais um genérico que quase ninguém vai lembrar que existe. Um grande exemplo é o Seiken Tsukai no World Break; ele comprova o meu ponto de vista sobre alguns momentos importantes da história, onde o protagonista desperta um poder absurdo que acaba sendo propicio para o enredo. O problema desse método é a execução, no qual temos uma sequência de eventos que faz perder o brilho depois de ser mostrados várias vezes. Uma curiosidade do anime citado anteriormente é que ele carrega o apelido “O poder tirado do flashback”.

Outro anime que falha miseravelmente é o Seirei Tsukai no Blade Dance, porque inicialmente o enredo deixa claro que o protagonista é extremamente forte e posteriormente perdem a noção de conduzir a história. Além disso, no decorrer dos episódios diminuem o poder do rapaz com objetivo de aumentá-lo em momentos decisivos. Devia haver algum desenvolvimento de transição, mas não acabou acontecendo e o personagem principal ficou apagado em sua história.

©Diomedea/ refeia (Art) & Akamitsu Awamura (Story)

A maneira correta de usar protagonista overpower

Por outro lado, existem animes que optaram em deixar o protagonista com a imagem de underdog e a medida que história progride vai deixando evidente o verdadeiro poder. Fora que algumas obras mostram uma parcela da força do personagem que para aquele contexto é considerado poderoso.

Por exemplo, Rokudenashi Majutsu Koushi to Akashic Records conseguiu abordar os motivos do protagonista não querer mostrar seus reais poderes até certo ponto da história. Entretanto, teve um momento que ele não teve escolha e acabou revelando uma parte sombria do seu passado. Na minha opinião, foi uma explicação muito natural e sem exageros sobre mencionar a sua função sendo um assassino de magos que estava a serviço do reino de Alzano. É claro que o anime possui falhas em sua execução, porém não vejo tais erros influenciarem de forma negativa o crescimento do Glenn no enredo.

Seguindo a ideia de animes com personagens overpower em escola de magia, um dos melhores animes é o Mahouka Koukou no Rettousei. O enredo sabe como desenvolver o protagonista e os demais personagens que possuem relevância. Aliás, a forma que é mostrada o poder monstruoso do Tatsuya Shiba é sensacional, porque no começo da história, muitos pensavam que ele era um fracote. Porém, depois mostrar suas habilidades em diversas situações outros perceberam que o protagonista é um rapaz poderoso e, ao mesmo tempo, misterioso.

©Madhouse/Tsutomu Satou (Story) & Kana Ishida (Art)

Em suma, creio que o protagonista overpower pode ser usados em anime de magia, mas depende da execução do enredo. Porque a história é o fator determinante que vai enfatizar a carisma do personagem e quão coerente a utilização de sua força em combate, mostradas nos episódios. Como em qualquer anime, o enredo precisa chegar em algum lugar ou terminar a história fazendo as explicações dos acontecimentos. Desse modo, evitando possíveis buracos que podem ter ficado ao longo da obra. Possivelmente, os animes seguindo esses requisitos vão mostrar um protagonista incrível sendo utilizado corretamente.

Espero que tenham gostado do artigo. Caso queira deixar nos comentários a sua opinião a respeito do assunto abordado no artigo.

David Gutierres

Sou estudante de Pós Graduação, 24 anos, programador e amante da cultura japonesa. Formado em Tecnólogo em Sistemas para Internet. Animes que eu indico: Suzumiya Haruhi no Yuuutsu, Major e Fate/stay night: Unlimited Blade Works.

Posts Relacionados