CBLOL 2021 SEMIFINAIS – O melhor e da forma mais emocionante

Quem acompanha o cenário competitivo de League of Legends no Brasil a algum tempo, já deve ter escutado várias vezes que ‘esse ano é o melhor CBLOL de todos’. Começa Split, acaba Split e sempre ouvimos isso, seja dos narradores e comentaristas ou até da torcida. Em 2021 foi ainda mais expectativa criada, afinal as franquias chegaram. Passada as semifinais do CBLOL 2021, e faltando uma série para a conclusão, podemos dizer já que a expectativa foi alcançada e superada. E vem aí a possível melhor final da história do CBLOL!

cblol 2021 semifinais

©globoesporte.globo.com

flamengo cblol

©lolesports.com

FLAMENGO X PAIN

pain cblol 2021 semifinais

©lolesports.com

O famoso jungler diff! O que o Cariok pelo lado da paiN jogou não está escrito. Do mesmo modo, o que o Ranger não jogou pelo lado do Flamengo na primeira das semifinais do CBLOL 2021 assustou.

A série como um todo mostrou um Flamengo meio desconexo. O time não mostrou a apatia do final da fase de pontos do CBLOL, mas sim desorganização. E isso ficou ainda mais claro no game 1. Já no draft mesmo, a paiN começou a vencer esse série. A escolha de Sylas para o Tinowns quebrou a composição do Flamengo, que tentou se arrumar dando um Kassadin para o Tutsz e uma Seraphine para o Absolut. Cariok amassou o time Rubro-negro dando aulas de rotação e acúmulo de recursos. Acumulando abates e objetivos no mapa enquanto o caçador inimigo não conseguia executar nada, a paiN foi engolindo o Mengão no mapa. Por fim, um game controlado que com 30 minutos abriu a vantagem dos tradicionais na série.

FLAMENGO VIVO… OU PAIN DORMINDO?

O começo do jogo 2 parecia uma cópia do primeiro. Boas rotações do Cariok e vantagem dada por ele para o seu topo Robo com sua Tristana. Mas o ‘Robs’ tava no dia do trollzinho e entregou de volta tudo que conquistou, chegando a ser solado por Parang (aliás, onde estava esse coreano no primeiro jogo?). A paiN novamente rotava melhor, e objetivo atrás de objetivo chegou a ficar a um Dragão da Alma do Oceano (até aqui na série, o placar mostrava 7 Dragões a 0 para a paiN). Porém os Tradicionais se desconcentraram. Muitos pickoffs sofridos por descuido e jogadas duvidosas fizeram não só o Flamengo contestar a Alma, como vencer duas lutas e fechar o jogo! Tudo igual na disputa.

Olhando o draft do terceiro jogo, a dúvida que ficou é por que o Robo queria perder a série? Escolheu uma Karma para o topo sem medo algum de ser feliz e deixou os painzetes apavorados. Mas que escolha sensacional! Conseguiu não só não morrer na rota, como empurrar o Rumble do Parang para trás, dando vantagens para o Tin e Cariok. Enquanto isso brTT buscava escalar sua Jinx a preparando para as lutas. E quando a luta veio, o Pai deu logo um Triple Kill e a paiN correu feliz e saltitante para o desempate.

A ESPERANÇA É A ÚLTIMA QUE MORRE… E MORREU

Para o jogo 4, a paiN parecia querer testar seus limites. Repetiu Olaf para o caçador e a rota inferior de Jinx e Alistar, mas deixou o Flamengo confortável. Jayce para o Parang, Rell para RedBert e Orianna para o Tutsz fizeram o Rubro-negro jogar na zona de conforto. Mesmo assim o jogo não foi fácil. Porém conforme o tempo foi passando, o combo insano de Rell e Orianna se tornava cada vez mais forte e impactante. Luta após luta o Flamengo seguia seu caminho rumo ao 2×2. E após uma chamada de Barão muito bem executada, o Fla lutou muito bem. Mesmo com o flanco do Tin e sendo fechado, o time carioca saiu vencedor e partiu para o empate!

E no último game da série insana tudo podia acontecer. Mas de novo o draft falou mais alto. Durante os 4 jogos anteriores a campeã Lillia foi banida. E Cariok mostrou o porquê nesse jogo 5. Uma grande atuação (de novo) do caçador da paiN que distribuiu vantagens e desequilibrou as lutas com sua ultimate. Junto a isso, brTT trouxe novamente seu Draven para a série e luta atrás de luta crescia graças ao seu posicionamento. Em um pickoff que rendeu dois abates, os Tradicionais marcharam para o Barão. Parang desesperado tentou um roubou que apenas rendeu mais um abate para o Draven que acumulou mais de 1.600 de ouro com sua passiva. A partir daí, a paiN controlou um Flamengo novamente perdido e a esperança que ressurgiu acabou por falecer.

GG paiN e teremos machado rodando na final!

vorax 2021

©lolesports.com

VORAX X RED CANIDS

red canids 2021

©lolesports.com

O segundo confronto do fim de semana de play-offs pareceu muito com o primeiro. Uma melhor de 5 pegada e equilibrada no sábado com um 3-2 e no domingo uma série mais dominante de um dos lados por 3-1. O confronto entre VORAX e RED colocou frente a frente o time que mais evoluiu no campeonato e o time mais maluco de todos.

Antes de mais nada, o jogo 1 da série foi decidido no draft. Afinal, uma rota inferior usando Tahm Kench não merecia ser respeitada né? Ainda assim, a RED conseguiu vantagens no TitaN e ficou com os dois primeiros Dragões do game. Porém em momento algum pareceu que a Matilha dominava o jogo. Na verdade, a VORAX demonstrava estudar a partida. Tanto que quando as lutas começaram, Matsukaze, Krastyel e Yampi distribuíram dano e não deixaram os Lobos jogarem. Aliás que domingo iluminado do atirador dos Vorazes. No fim, a Red tentou se defender o máximo que deu, mas em uma jogada equivocada de TitaN que ficou fora de posição, a VORAX iniciou a luta que abriu 1-0 na md5.

Enquanto no sábado foi possível ver Cariok acabando com as partidas usando Udyr, no domingo era esperado que Aegis ao pegar o campeão e acumular 2 abates cedo iria arrebentar com o jogo. Mas não aconteceu isso no game. Apesar da conquista de objetivos, chegando a acumular 3 Dragões, as lutas da Red de novo foram desorganizadas. A falta de disciplina pros meninos da Matilha pesou contra um time organizado como a VORAX. Os Vorazes estavam sempre na hora certa no lugar certo e lutando melhor. Novamente a rota inferior de Mastu e Wos foi melhor que a da Red. E novamente o pick de Tahm Kench não se pagou. Mesmo o roubo da Alma feito pelo Aegis não foi suficiente para parar a VORAX que sem sofrer muito fez 2-0 na segunda das semifinais do CBLOL 2021.

A GRACINHA DE SEMPRE DO CBLOL… E O FIM DAS SEMIFINAIS!

Frequentemente no CBLOL não é muito comum um 3-0 nas md5. Por mais que um time seja muito melhor que o outro, é complicado não dropar uma partidinha. Claro que nesse confronto não foi diferente.

No game 3, até que enfim a RED abriu mão do sapão (ou seria um bagre?) para o JoJo. Trazendo um Alistar e sendo muito agressivo, o suporte da matilha deu outra dinâmica ao jogo. Guigo com seu Volibear fez fNb sentir falta dos seus capangas. Amassou seu adversário, e combinado com a pressão de Avenger no meio, permitiu a Aegis e sua Lillia acumular vantagens no rio. Krastyel ainda ficou bem forte, mas na luta decisiva a Lillia fez a diferença com sua ultimate e TitaN acumulou um Triple Kill. Com o Barão em mãos, a Matilha rumou à vitória!

Alistar e Lillia garantiram um game para a RED? Sem vaidade ou esnoba, a VORAX baniu os dois campeões para o game 4. Da mesma forma, ainda garantiram o Thresh que vinha muito banido nas duas semifinais do CBLOL 2021. E por fim, o pick se provou incrível nas mãos do Wos. Afinal, o suporte em parceria com seu caçador rodaram o mapa e ditaram o ritmo do game. Claro que o Malphite no topo para o Guigo colaborou. Justamente num pick-off no jogador, a VORAX conseguiu uma cabeça tripla do Arauto na rota do meio que abriu o jogo para os Vorazes. Se a RED ainda acreditava, não demonstrou em nada, sofrendo tanto nas lutas quanto nas rotações do mapa. Partida enorme da VORAX e vaga mais que merecida na final!

A MELHOR FINAL DE TODAS VEM AI!

Sempre o assunto ‘melhora do cenário brasileiro’ vem à tona né? E um dos motivos apontados pelos especialistas pelo nível ruim geralmente é Staff Técnica. Todavia assistindo essas semifinais do CBLOL 2021 notamos como realmente faz diferença. Enquanto no sábado, os drafts do Flamengo pareciam perdidos, no domingo Tahm Kench e Malphite pesaram muito nas derrotas da Matilha. Nesse sentido, se no Rift os embates serão épicos, Kalec e Alocs contra Nova e Dionrray prometem um confronto sensacional nas estratégias também. Enfim, se as quartas e semifinais já foram absurdas, definitivamente esse Split terá a melhor final da história do CBLOL, entre os dois times que mais evoluíram na competição.

Se você gosta de emoção, assista, porque menos que um 3-2 nem é esperado!

Posts Relacionados