Como que política e animes se misturam?

Como anime e política se misturam ?

© Babylon, Revoroot

Olá a todos! Meu nome é Bruno, também conhecido como D.A(Doctor Anime) e no momento politicamente conturbado que vivemos, é normal recorrermos a outros meios como livros e séries para aprendermos mais sobre isso. Entretanto, é possível aprender sobre o tema em animes? Como que política e animes se misturam?

O preconceito com as animações

Boa parte das pessoas passou, em algum momento da sua infância, um tempo assistindo alguma animação, seja ela animes ou desenhos como Cartoon e Disney. A verdade é que esse é um elemento quase unânime dentre aqueles que tiveram o privilégio de ter uma TV ou que conheciam alguém que tinha. Não é difícil, conversando entre amigos, ouvir sobre X ter assistido Pokémon na infância ou outro desenho, mesmo que no futuro tenha descontinuado com essa cultura.

Animações e desenhos fizeram parte do passado de muitas pessoas, são parte do presente de muitos e serão parte do futuro de outras. Ainda assim, há um grande estigma sobre esse meio, afinal, muitos enxergam como algo infantil, principalmente por terem se agarrados as memórias que tinham sobre isso, em um tempo que não tinham maturidade para entender completamente os significados das obras.

É verdade que, a princípio, as aventuras de um pirata que tem super poderes de esticar seu corpo como borracha parece bem superficial. Mas, quando assistimos novamente a obra anos depois, com mais maturidade intelectual, vemos as mensagens escondidas nessa mesma obra, por exemplo, mensagens sobre tipos de governos, o mal da sociedade, reflexões filosóficas, o valor da vida, entre outros pontos bem mais complexos.

Enfim, se você ainda se prende a esse tipo de preconceito, para entender como uma obra de animação pode falar sobre algo tão sério como a política, o primeiro passo é se desprender dele.

As entrelinhas das obras

Entrelinhas das obras

Todo autor tende a colocar em seus textos a sua opinião sobre algo, seja em um artigo para blog como esse, um livro ou até mesmo uma animação. Toda obra carrega um pouco da visão de mundo daquele autor, então é normal que, de forma mais discreta (às vezes até direta) seja colocado algumas opiniões sobre determinados temas mais sensíveis ao ser humano.

Em Naruto por exemplo, Kishimoto (autor do mangá) retrata a infância de Naruto como algo difícil permeado principalmente pelo bullying. Muitas das cenas são desenhadas com tons mais escuros e a fotografia de modo a dar um ar solitário ao garoto, mostrando o peso daquelas afirmações sobre a mente dele. Não só isso, essas escolhas do mangaká mostram a opinião dele sobre o tema. “ O bullying é algo ruim, danoso”, essa frase pode ser extraída a partir desses cenários.

Naruto sofrendo bullying

© Naruto, Pierrot

“Entretanto, é possível superar isso”, essa é outra frase que está nas entrelinhas de Naruto, ao longo da sua jornada de evolução chegando até o final da obra, mostrando que mesmo que alguém odiado e que sofreu essas e mais situações, pode se superar. 

O arranjo dos elementos nas cenas, expressões faciais, questões de luz e sombra, trilha sonora. Todas essas escolhas refletem em opiniões sobre certos temas, a expressão de ira ou nojo de um personagem frente a temas como violência retratam a opinião do autor sobre isso, portanto, é necessário maturidade e atenção quando se está buscando esse tipo de informação nas obras em especial animações.

Filmes como Castelo Animado (clique para ler um texto sobre o filme), e outras obras da Ghibli em geral, tem esse perfil muito bem traçado, a primeira vista parecem apenas animações inocentes, todavia carregam um teor muito profundo sobre temas importantes como a vida, autoestima, família, mundo, entre outros. Dentre suas obras, Hayao Miyazaki (co-fundador da Ghibli) retrata a guerra como algo temeroso, geralmente associando a cores escuras e a monstros, fazendo referências diretas à Segunda Guerra Mundial, referenciando esses conflitos como algo péssimo as pessoas e deixando clara sua opinião.

A mistura entre animes e política

Junto da evolução dos estúdios, começou-se uma preocupação em instruir o público (principalmente o mais novo) no quesito da política, a refletir sobre isso e começar a formar sua opinião. Sutilmente foram inseridos pequenos elementos disso nos animes mais voltados para o público geral, como One Piece. Enquanto outros, mais voltados para o público mais velho, abordam esses assuntos de forma direta e tensa.

Pyscho Pass, um anime sobre distopia futurista aborda diretamente esse aspecto ao colocar em cheque um governo autocrático, regido por uma Inteligência artificial. Quais são os benefícios e as consequências disso? Tudo isso é mostrado na pele pelos personagens, usando formas mais diretas de abordagem como discussões entre os personagens.

Shingeki no Kyojin e a monarquia

© Attack on Titan, Wit Studio

Outro anime, Code Geass, aborda também essa esfera, contando a estrada do personagem Lelouch a fim de conseguir completar seus objetivos e desestabilizar o Império da Britânia, relacionando-se com governos opostos em forma de governar até o ponto em que o próprio protagonista se vê na posição de governo.

Shigenki no Kyojin, esse mais recente, fala também sobre isso, abordando questões como formas de governo, tais quais a Monarquia e a República, o governo popular x governo militar, entre outros pontos.

Os animes, tal como qualquer outra obra, são carregados de alguma opinião e nesse quesito tendem a instruir ou ao mínimo provocar o telespectador a se interessar pelo assunto.

As reflexões do anime x mundo real

No contexto atual em que vivemos, de conturbada relação sociopolítica, vemos Governos serem derrubados, ascensão da extrema direita, democracias consolidadas serem questionadas, é vital que nos informemos mais sobre esses temas.

Dessa forma, os animes vão além de simples forma de entretenimento, podem ser grandes ferramentas de aprendizado e reflexão, então tornam-se boas opções frente a textos teóricos, entre outros canais com menor conteúdo audiovisual.

Novamente, muito obrigado pelo espaço e tempo de leitura.

Segue abaixo uma lista de animes bons sobre o tema, assim como de outras leituras para se aprofundar no tema.

Animes:

  •  Psycho Pass
  •  Code Geass
  •  Mobile Suit Gundam: Iron Orphans 
  •  Attack on Titan
  •  Full Metal Alchemist- Brotherhood

Referências:

Bruno Rezende

Estudante, 23 anos, curioso e leitor assíduo. Apaixonado por animes, e sempre afim de aprender.
Follow Me:

Posts Relacionados