Jogo coreano é acusado de plagiar Demon Slayer

O jogo coreano de RPG chamado Gwisal-ui Geom (The Ear-Slaying Sword) anunciou nesta segunda, 27, o termino de seus serviços no dia 29 de abril. O anuncio veio apenas alguns dias depois do lançamento do jogo, em 24 de abril.

A acusação de plágio foi por conta da forte semelhança ao mangá de Koyoharu Gotouge, Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba. O protagonista do jogo lembra fisicamente Tanjiro de Demon Slayer e há semelhanças na história, sua família foi morta por demônios e ele vai em uma jornada para derrota-los.

Apesar do anuncio não se referir diretamente as acusações de plágio, citam que o jogo está sendo descontinuado por conta de “vários problemas”. A equipe pede desculpas por sua “imaturidade” e por “causar desconforto”. Logo depois, as micro-transações foram bloqueadas antes do fechamento oficial do jogo.

O desenvolvedor do jogo Tennie negou as acusações no início, falando para o site coreano Game Meca que as pessoas apenas pensam que os dois são parecidos por causa do estilo japonês das roupas e a premissa básica de lutar contra demônios. Por outro lado, o Game Meca também relata que o gameplay lembra muito outro jogo coreano de smartphone chamado Sodeumaseuteo Seutoli (Sword Master Story).

O mangá Demon Slayer: Kimetsu no Yaiba é serializado na Weekly Shonen Jump desde fevereiro de 2016, também possuindo uma adaptação para anime com 26 episódios.

Fonte aqui.

Posts Relacionados