O estranho mundo de Madoka Magica

O Estranho Mundo de Madoka

© Madoka Magica, Shaft
© O Estranho Mundo de Jack, Tim Burton

Olá a todos! Eu sou o Bruno, também conhecido como D.A. (Doctor Anime) e hoje venho convidar você a pensar a respeito de: O estranho mundo de Madoka Magica. Reunindo um pouco de psicanálise, filosofia e anime em um só post!

Por falar em Madoka, sabia que o Animystic tem um cast especial de Puella Magi Madoka Magica? Não? Então aproveite e dê uma olhada! 

 

                                                        Puella Magi Madoka

 

Apesar de parecer um Mahou Shoujo inocente, deste último, essa obra não tem nada. Tendo como roteirista o famoso Gen Urobuchi (Psycho Pass), direção de Akiyuki Shinbo e estúdio Shaft, o anime retrata a vida de um grupo de garotas colegiais que, através de poderes mágicos, derrotam inimigos chamados “bruxas”.

Imagem Promocional Madoka Magica

© Puella Magi Madoka Magica, Shaft

A respeito dessa obra, tornar-se uma Mahou Shoujo significa estabelecer um contrato com um ente chamado Kyubey, uma espécie de coelho que, parecendo fofinho, mas guarda segredos ocultos sobre sua natureza. Assim através desse contrato, as colegiais ganham poderes e podem entrar em combate com as criaturas malignas chamadas Bruxas.

As Bruxas

Bruxa em Madoka Magica

© Puella Madoka Magica, Shaft

O universo de Puella Magi Madoka Magica(sim, esse é o nome inteiro da obra) possui um elemento estranho para muitas obras que, até mesmo dentro dela, é algo confuso, e assim através deste post vamos tentar compreender melhor elas.

 

O que são as bruxas?

 

Esses entes são ditos como nascidos a partir do momento em que uma Mahou Shoujo tem sua gema tornada à cor negra, tornando-se uma grief seed(semente de luto), desse modo, ela torna-se esse ser que toma forma de algo onírico e tem a capacidade de afetar a realidade.

As Bruxas são enfrentadas dentro de zonas, que podem ser entendidas como realidades paralelas, podendo ser acessadas apenas por aquelas que tenham contato com Kyubey. Todavia, todos esses outros universos,  inclusive as bruxas, têm um elemento em comum: o fator onírico.

Dentre o mundo das Bruxas, tudo, inclusive elas mesmas, lembram um sonho, principalmente um sonho de garotas que estão na idade colegial, coisas comum na infância como conjunto de chá, bonecas, casas de bonecas, entre outros fatores assim são comuns dentre os sonhos. 

Bruxa em Madoka Magica

© Puella Madoka Magica, Shaft

 

O estudo dos sonhos

 

Para nossa análise traremos dois pensadores: Freud e Nietzsche.

 

Sigmund Freud(1856 – 1923) é considerado o pai da psicanálise, médico austríaco que começou seus estudos voltado para a área neural e psiquiátrica, trabalhando com seu professor a respeito das Histerias e dos métodos de hipnose. Entretanto, ao longo de seus estudos conseguiu aprofundar suas análises, em especial sobre os sonhos, diferindo dos métodos médicos e então fundou uma nova área do estudo chamada psicanálise, encarregada da análise da inconsciência humana.

 

Friedrich Nietzsche(1844-1900) foi um filósofo prussiano considerado por alguns como um existencialista, foi um revolucionário dentro do estudo da filosofia ao ser um forte crítico de seus antecessores e de outras correntes. Assim, propunha uma raciocínio bem diferente da extrema racionalização proposto pelos racionalistas e em parte por Kant, trazendo de volta para a filosofia a questão dos instintos e das emoções irracionais.

 

 O inconsciente e o consciente

 

Freud, em suas teorias, preconizou que o ser humano possui, de forma geral, três divisões em relação a sua psique, a primeira que é o ID, representando nossos instintos mais primários e viscerais, depois temos o ego, uma instância que age sobre o ID, de certa forma “bloqueando-o parcialmente”, mas é onde está nossa consciente de julgamento e já entra em contato com nosso consciente. Por fim, o SuperEgo, a última instância e que representa nossos princípios e a ética, é quem age sobre o ego.

Para fins didáticos, seguindo o exemplo dado pelo próprio Freud em uma de suas palestras, podemos imaginar que há uma sala de conferência e nela um participante começa a atrapalhar o andamento da atividade, esse participante chama-se ID, e age de forma indisciplinada, incoerente, inconstante. Assim, esse participante é retirado por um segurança chamado Ego, e o chefe desse segurança é um gerente chamado SuperEgo.

Id, Ego e Superego

 

O dionisíaco e o apolíneo

 

 Nietzsche, colocou em sua teoria que nós temos duas “naturezas”, que ele associou-as a dois deuses gregos, o deus da festa e da bebida chamado Dionísio, que representa nossa natureza mais boêmia, nosso desejo impetuoso, de fazer o que “dá na telha”, sem se importar com as consequências. Enquanto há, também, uma natureza mais racional, que pensa sobre as consequência, medita sobre os ganhos e perda e é simbolizada pelo deus Apolo, deus do sol e da racionalidade na Grécia Antiga.

Os sonhos, portanto, podem ser interpretados a partir desses dois autores, os sonhos são manifestações do nosso Inconsciente, nosso Id, que bebe e vive nesse lado dionisíaco. Por ser um conteúdo tão violento que nos afetaria, nosso Ego e Supergo, que vivem o apolíneo, nossos sonhos são bloqueados e acabamos que não temos acesso a eles, muitas vezes não memorando sobre o que ocorreu.

 

E o que tudo isso tem a ver com Bruxas e Sonhos?

 

Se você considerar que as Mahou Shoujos são garotas em época de colegial, período em que há uma maior briga de emoções devido a mudança da infância para a adolescência, e pensar que é nos sonhos que há a manifestação de todos esses conflitos de emoções, é possível entender que as Bruxas são nada mais que a manifestação de quando o Id, ou seja, o dionisíaco, supera as outras instâncias.

Esses universos paralelos são nada mais do que o Inconsciente das Mahou Shoujo quando estão em conflito, afinal não é atoa que o anime mostra questões conflituosas da vida das garotas como família e contrasta tudo isso com a questão do mundo mágico, quando há um conflito na vida delas, há uma bruxa que fica mais forte, tudo lá está interligado, o mundo da Mahou Shoujo também pode ser lido como o mundo onírico das garotas.

 

O estranho mundo de Madoka Magica

 

The Nightmare Before Christmas

© O Estranho Mundo de Jack, Tim Burton

Talvez você já tenha visto a obra O Estranho Mundo de Jack, do consagrado Tim Burton, o que ela e O estranho mundo de Madoka Magica em comum? Simples. O mundo de Jack é um mundo de pesadelo. Nightmare, é onde vivem os medos mais comuns das pessoas e eles habitam aquela, mas no fundo, tudo ali representam um grande pesadelo.

Enquanto isso, Madoka é um mundo de sonhos e pesadelos, mas que ganham uma personalidade tão grande a ponto de serem representados pelas bruxas, as quais possuem uma realidade a parte, uma cidade, tal como Jack. Muitas pessoas perguntam qual é o preço pago pelas garotas mágicas no contrato com Kyubey,  na verdade, são todos os sonhos e o risco de se perder para eles, ir morar na sua “própria Nightmare”  e não voltar.

Mais uma vez, muito obrigado pelo tempo de leitura ! 

Aproveite para ler o último post sobre música! Já se questionou por que os animes musicais nos influenciam tanto ? Dê uma olhada ! 

Referências e mais material para leitura sobre este encontram-se logo abaixo.

Referências:

Bruno Rezende

Estudante, 23 anos, curioso e leitor assíduo. Apaixonado por animes, e sempre afim de aprender.
Follow Me:

Posts Relacionados