Por que os animes de música envolvem tanto a gente?

Por que os animes de música envolvem tanto a gente?

© Shigatsu wa kimi no uso, A-1 pictures.

Olá! Aqui é o Bruno Rezende, também conhecido como Doctor Anime(D.A.) e hoje venho falar um pouco a respeito de por que os animes de música envolvem tanto a gente? Envolvendo nessa discussão ciência e o mundo dos animes em um só post.

De onde vem a música ?

Primeiramente, a música é um assunto estudado pela humanidade desde a antiguidade, egípcios, gregos, celtas, todos já tinham alguma forma de registro acerca desse conhecimento. Seja através do canto ou de instrumentos como a famosa Ocarina, desde cedo os humanos procuraram saber mais e mais sobre esse misto de sensações e sons que ouvia e que denominou de música.

Ocarina de Legend of Zelda - Por que os animes de música envolvem tanto a gente?

© Ocarina, The Legend of Zelda, Nintendo

Já hoje em dia, essa matéria continua sendo estudada, todavia por um olhar muito mais cientifico, seja através dos próprios músicos que investem horas e horas em treinos e estudo sobre a música em si só. Mas, por outro lado, a ciência abriu uma nova porta para entender esse mesmo assunto, a porta da neurologia. 

Como a neurologia se relaciona com isso ?

Diversos cientistas ao longo da história vem se preocupando em estudar o cérebro e seu funcionamento, assim como Geoffrey F. Miller, Robin I. M. Dunbar e entre vários outros cientistas aplicaram sua inteligência e esforço em tentar decifrar o funcionamento. Enfim, a fisiologia desse órgão que é um dos mais importantes do nosso corpo e o centro da nossa inteligência e pensamento. 

Para entender um pouco sobre essa relação música & mente, precisamos primeiro entender como é divido o cérebro anatomicamente. Pode-se entendê-lo a partir de duas grandes divisões, os hemisférios direito e esquerdo e a partir deles temos regiões menores que são divididas em quatro lobos cerebrais, além disso não é tão necessário para nossa conversa, mas saibam que existem muito mais divisões

Divisão hemisférica do cérebro e marcação da área de Broca

© Nature Scientific Reports

Esquema de divisão das áreas cerebrais por função.

© Toda Matéria

Como nosso cérebro entende a música ?

Paul Broca foi um médico e anatomista francês que, em meados do século XIX,  descobriu uma porção do córtex cerebral que é denominada de Área de Broca. Essa área é responsável pela decifração da fala e da linguagem. Não só Paul, muitos outros médicos, neurologistas e afins continuam estudando essa divisão de áreas e entre eles há uma hipótese muito forte de que a nossa fala, linguagem e afins está relacionada ao lado esquerdo do cérebro. 

Como a música é composta de alguns “ingredientes”, entre eles a língua, nosso lado hemisfério esquerdo tem uma participação significativa nisso. As estruturas que compõe nossa orelha são as responsáveis por transformar o som em impulso elétrico e é enviado ao encéfalo, onde a parte esquerda se ocupa em grande parte a entender a letra, melodia, significado, enquanto a direita se encarrega do ritmo, entre outros detalhes.

Por que os animes de música envolvem tanto a gente?

Provavelmente você já deve ter visto alguma obra que retrata ou fala sobre música, seja Shigatsu wa Kimi no Uso, K-On, Beck. Não precisa nem ir tão longe, basta pegar seu anime favorito e se indagar: Já pensou como ele seria sem as músicas? Além disso, a música tem uma capacidade incrível de influenciar em nossas emoções, muito disso explicado exatamente porque elas são decifradas em regiões que tem ligações com as emoções no nosso órgão pensante.

Imagem promocional do anime Beck

© Beck, Madhouse

Para enfatizar uma cena muito triste, os diretores usam da música como recurso muito eficaz. Não é atoa que existe uma área chamada “trilha sonora” dedicada exclusivamente para trabalhar com isso. 

A genialidade de um diretor, muitas vezes, está em como montar essa composição perfeita, uma cena impactante, um bom roteiro, uma música perfeita para aquela situação, isso cria os chamados momentos marcantes que gravamos em um anime ou filme que ficam registrada para sempre em nossas memórias. 

A respeito disso, um dos mestres é o animador Hayao Miyazaki, um dos fundadores do famoso estúdio Ghibli e que influenciou uma geração inteira com suas obras, exatamente por esse caráter de trazer a emoção à tona com suas obras maravilhosas. Animes tem essa capacidade mágica de nos fazer reviver emoções e convidar a sair do seu mundo, para explorar outros, sentir o que outro sente e isso tudo é parte da arte.

Foto Hayao Miyazaki

© Hayao Miyazaki

Novamente, obrigado pelo tempo e espaço de leitura, referências se encontram logo abaixo. 

Referências

Por acaso você gosta de Tokyo ghoul? Já procurou ler sobre a obra? Ou então como as Kagunes funcionam ? Então, dê uma olhada no nosso site 🙂 ! 

Bruno Rezende

Estudante, 23 anos, curioso e leitor assíduo. Apaixonado por animes, e sempre afim de aprender.
Follow Me:

Posts Relacionados