Ultraman Z, Aposta no Saudosismo e Inovação da Franquia

Fala Galera, eu sou O Paladino, o membro recém chegado aqui no blog do Animystic. E hoje eu trago para vocês um pouco mais sobre o universo Tokusatsu. Vamos falar de uma das franquias mais bem trabalhadas do povo da terra do sol nascente. Ultraman, com seu mais novo membro em ascensão: Ultraman Z.

Contudo, antes de começar vamos tecer um pouco sobre o povo Ultra.

A Franquia Ultra

Ultraman

© Tsuburaya Productions

Sem dúvida nenhuma, Ultraman, é uma franquia com uma longa e extensa carreira no universo Tokusatsu, perdendo para poucas séries mais antigas (como National Kid), mas se mantendo firme como uma saga sequencial.

À primeira vista, a ideia de um herói vindo de outro planeta para salvar a humanidade de conquistadores espaciais ou monstros, que já havia sido utilizada em Magma Taishi, não agradou muito os produtores.

Eiji Tsuburaya, criador da série, precisou de muito jogo de cintura para convencer a indústria comprar a ideia com os heróis prateados de baterias no peito. Fazendo com que o herói tomasse formas diferentes, que iam desde um monstro espacial bondoso a um ser humanoide chamados respectivamente: Bemlar e Redman.

Nomes esses reutilizados mais tardes dentro da própria serie. Todavia, quando o projeto final foi apresentado, Ultraman acabou saindo dos papéis e estreando nas telas japoneses em 1966. Trazendo um enredo cativante de pessoas fantasiadas trocando sopapos e quebrando maquetes.

Dessa forma, Ultraman perpetuou um longo caminho e de lá para cá foram muitas series, desenhos, filmes e até ovas.

Me chame de Ultraman Z

Ultraman

©Tsuburya Productions

Com isso chegamos a 32ª série televisiva chamada Ultraman Z, apesar de ser pronunciada como “Zett” pelos japoneses, o nome do herói é Z mesmo. Uma alusão a Zorro? Talvez. Quem sabe.

Ultraman Z é discípulo não apadrinhado de Ultraman Zero, que por sua vez é discípulo de Ultraman Leo, que é discípulo de Ultraseven, pai de Ultraman Zero.

Nessa sequência de trava línguas, da mesma forma que outras séries Ultras mais recentes trabalhavam, Z, também utiliza dos poderes de seus veteranos para alcançar novas formas e níveis de poder.

A princípio, por ser a quarta série que utiliza de repaginações de poderes dos heróis Ultras para o novo da vez, essa fórmula acabou causando uma pequena comoção dos fãs quanto ao “mais do mesmo”, criticando a falta de inovação que a série está tendo.

Bem como, reclamações sobre o visual e a falta de criatividade no nome. Contudo, em sua maioria, as críticas têm sido sustentadas pelo publico mais saudosista da franquia. Uma vez que ao longo dos anos Ultraman acabou deixando de ser uma serie de drama, passando para uma serie de comedia infantil.

Isso de fato pode ter afetado a qualidade da série, ou talvez a captação de recursos ao longo da história. Mas o fato de algumas séries terem rendido poucos recursos a Tsuburaya pode ter também aberto portas para inovações.

Seguindo quase sempre uma fórmula de esquadrão de combate contra monstros e aliens da terra, que serviam como reforço ao Ultra da vez, a série desenrolava com o hospedeiro humano fazendo parte ou não desse esquadrão.

Juntamente com isso fomentando cada vez mais a amizade entre o grupo principal com o guerreiro vindo de M78 (lar dos Ultras).

Mas algumas séries optaram por abrir mão dessa fórmula tentando inovar como amigos de escola, lobo solitários e até esquadrão da moda. Obviamente que a rejeição foi alta, fazendo a série ter de repensar quanto a apresentação de seu elenco.

Tokusatsu

© Tsuburaya Productions

Qual a Inovação de Ultraman Z?

Ultraman Z, resgatou o saudosismo do publico antigo trazendo a fórmula de um esquadrão de combate a aliens próprio na terra, alinhando com eles, outras criaturas que já haviam sido usadas como aliados dos Ultras no passado, agora, como carros principais da equipe.

Sevenger e Windam, que eram aliados das series de Ultraman Leo e Ultraseven, são robôs de combate da equipe. Juntamente com o todo poderoso, e mais recente, King Joe, esse inimigo de Ultraseven na série original.

A dinâmica de Z com seu hospedeiro humano também é mais bem explorada, fazendo com que eles se comuniquem e ate troquem informações entre si, sem que dependam demais um do outro ou que fiquem muito distantes dos humanos.

Ultraman Z

© Tsuburaya Productions

Mecânica essa usada em Ultraman Taiga e Ultraman X, igualmente muito bem recebida pelos expectadores, diga-se.

Ultraman Z também aposta entre um equilíbrio entre comedia e temas mais sérios, abordando episódios mais sólidos e mais consistentes. O que evita o uso excessivo de uma forma ou outra.

Ainda em seu início a serie tem rendido muitas críticas positivas para os idealizadores. Todavia, com a nova forma de exibição (agora aberta ao publico mundial), a serie tem alcançado novos níveis de audiência.

Resumidamente Ultraman Z tem tudo para ser uma série de grande sucesso, ainda que patine em alguns aspectos menores.

Mas eu sou muito suspeito em falar, já que sou fã de carteirinha do Ultraman desde que me entendo por gente.

Mas e você leitor, o que acha da franquia? E da série? Comenta aí pra gente trocar uma ideia. Eu fico por aqui e até uma próxima!

Shuaatt!

Paladino

Sou leitor assíduo de conteúdo Otaku e material nerd em geral. Muito fã de Tokusatsu, em especial a franquia Ultra, do qual sou realmente maluco. Corredor por esporte, trabalhador por necessidade e redator de passatempo.
Follow Me:

Posts Relacionados