Diretor de Gundam Seed é obrigado a trabalhar por mais de 60 horas em 4 dias na Sunrise

O diretor e roteirista Mitsuo Fukuda da Sunrise que está encarregado da produção de Mobile Suit Gundam Seed, declara em um post da sua conta pessoal do Twitter que se sente frustrado com a carga horária de serviço da Sunrise.

Em seu tweet, o mesmo afirma que trabalhou por mais de 60 horas em 4 dias. Fukuda escreveu em seu post que começou a semana na segunda-feira às 10:30 e retornou para casa às 06:00 da terça-feira, dando uma carga horária de 19 horas e meia. Com poucas horas de descanso, Fukuda já havia retornado ao serviço em algumas horas e só retornou para a casa às 10:00 de quarta-feira. Também afirmou que só dormiu por 4 horas e depois disso, já teria retornado ao serviço nas 14:00 do mesmo dia, que só viria a voltar para seu aposento às 11:00 de quinta-feira. Assim, Fukuda dormiu por uma hora e decidiu escreve este tweet, comentando sobre o peso de sua carga horária.

Fukuda comenta que isso já vem acontecendo por mais de um mês, e também, que mesmo gostando muito do trabalho com a animação, acaba por gerar um desgaste físico e mental no qual tem repensado sobre a sua vida e o seu trabalho. “Se tornar uma vitima de um acidente gerado pelo excesso de trabalho não é nada impossível” afirmou em um tweet sequencial, assim como disse que ele tinha de desabafar com o público sobre a sua situação atual, mesmo que isso pudesse gerar um problema ou um perigo para sua carreira dentro da empresa Sunrise.

O diretor entrou na Sunrise em 1979, logo após ter se formado no ensino médio. Fukuda já atuou na direção de Future GPX Cyber Formula e também em algumas direções de episódios nos animes de Brave Fighter Exkizer, Mashin Eiyuuden Wataru, Busou Shinki e Cross Ange.

 

Henry(Vulpixs) Yamaguchi

Fundador e CEO do Animystic. Moro no Japão desde pequeno até então, sou trabalhador diurno e editor de podcast nos períodos da noite. Amante de animes com boa história, literatura e tudo que envolva mitologia

Posts Relacionados