Dragon Ball Super: Brolly – Filme tem 70 minutos de cenas deletadas

Dragon Ball Super: Brolly

Com mais de U$100 milhões faturados até 03 de fevereiro, é inegável dizer que o mais novo filme da franquia de Dragon Ball, o qual intitula-se Dragon Ball Super: Brolly, é um sucesso.

Com quase duas horas de duração, tal título trouxe o que todo fã da série gosta, muita pancadaria e confusão em conjunto com a “canonização” de Brolly, um dos personagens mais aclamado de todos os tempos. Tudo isto acompanhado pela dublagem original de Wendel Bezerra e outras vozes já conhecidas…

Se não bastasse tudo isto, em uma recente entrevista revista Animage, o diretor Tatsuya Nagamine revelou que, com a utilização do cenário original de Akira Toriyama mais dois membros da staff trabalhando juntos no storyboard durante dois meses, foi criado 170 minutos de conteúdos prontos.

Ou seja, para a versão final exibida nos cinemas,  necessitou-se cortar 70 minutos de cenas, sendo a maioria eventos que antecedem a última luta, embate entre Raditz e Nappa e a infância de Vegeta e Raditz.

PV

Mais sobre Dragon Ball

Autoria e ilustrações de Akira Toriyama, icônica franquia Dragon Ball já foi adaptada em mangás, animes, filmes animados e live-action,  além de jogos como o Budukai Tenkaishi 3, Fighter Z e Heroes, este último spin-off adaptado em web anime.

Com US$ 28,9 milhões, filme Brolly se tornou a terceira maior bilheteria da história de um anime nos EUA, ficando atrás somente de Pokemon 2000 e Pokemon: O Primeiro Filme. Em se tratando do Japão, o mesmo faturou US$35,43 milhões com 3 milhões de ingressos vendidos, ultrapassando a marca de “Dragon Ball Z: Fukkatsu no F”, o qual era o maior filme em se tratando de ganho da franquia.

Ainda não foi confirmado se tais cenas retiradas da versão do cinema serão incluídas em BD/DVD.

Fonte: Aqui

Posts Relacionados