Hakujaden Primeiro Longa Animado a Cores Japonês Ganha Remasterização para o Festival de Cannes!

Hakujaden, um dos primeiros longas animados coloridos e um dos mais clássicos da história da animação, ganhará uma versão restaurada e remasterizada, para exibição especial durante o Festival de Cannes desse ano. O filme animado, é considerado um dos primeiros filmes coloridos de animação já feitos. E será exibido durante sessão de Clássicos do festival de cinema internacional de Cannes.

A história de Hakujaden, acompanha o jovem Hsu Hsien que possuía uma pequena cobra branca de estimação até que seus pais o forçaram a livrar-se dela. Anos se passam e durante uma violenta tempestade, a serpente, que na verdade tratava-se de um espírito com poderes mágicos, se transforma na bela princesa Pai Niang. Ela parte ao encontro de Hsu Hsien, por quem havia se apaixonado, mas o encontro dos dois é breve, pois um monge local, Fa Hai, que é capaz de sentir a presença de seres sobrenaturais por meio de sua bola de cristal, acredita que Pai Niang é um espírito maligno e decide separar os dois jovens.

Hakujaden (A Lenda da Serpente Branca), ganhará a versão restaurada pela Toei Animation. A nova versão de qualidade 4K, foi feita com base nos negativos originais de 35mm, gravações e células antigas. Toei Lab Tech e Toei Digital Center foram as encarregadas da restauração do filme que teve sua exibição original em 1958.

A Exibição, durante o festival de filmes de Cannes, será uma comemoração do 60º aniversário do filme, e também do 100º aniversário da Animação Japonesa, como um todo.  A produção original do longa animado, se deu depois da compra da Nichido Eigasha pela Toei, e posterior renomeação da empresa como Toei Doga em 1956.

Taiji Yabushita, dirigiu a animação de Hakujaden, que é baseada num conto folclórico chinês. Na equipe responsável pela produção grandes nomes da animação japonesa estiveram envolvidos, tais como Akira Daikubara, Yasuji Mori, Yasuo Otsuka e Reiko Okuyama. O trabalho apresentado no filme, tem uma clara inspiração no estilo das animações da Disney. Hiroshi Okada, presidente da Toei na época, afirmava querer fazer da Toei Doga, uma “Disney Japonesa”, no quesito de produções animadas.

Hakujaden, ou também Panda e a Serpente Mágica, como ficou conhecido no Brasil, é reconhecidamente um marco na história da animação japonesa, alguns historiadores afirmam que apesar de ele não ser o primeiro longa colorido de animação, ele foi sem dúvidas um dos maiores marcos do período pós-guerra, e serviu também de base para grandes profissionais que atuam ainda hoje na indústria, tais como Rintaro (Shigeyuki Hayashi) Co-fundador da Madhouse, que trabalhou na produção de Hakujaden.

O Festival de Cannes desse ano, acontece entre os dias 14 e 25 de maio.

 

Fonte Aqui.

Posts Relacionados